quarta-feira, 25 de abril de 2012

A Semente.


Conta a lenda da tradição Sufi que uma mulher muito pobre, com uma criança no colo, passou diante de uma caverna e escutou uma voz misteriosa que lá de dentro lhe izia: "Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não esqueça da semente. Lembre-se, porém de uma coisa: Depois que você sair, a porta se fechará para sempre..."
A mulher entrou  na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas jóias, pôs a  criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no seu avental. A voz misteriosa falou novamente:
"Você agora tem pouco tempo."  


Esgotado o tempo, a mulher carregada de ouro e pedras preciosas correu para fora da caverna e a porta se fechou. Lembrou-se, então, de que a criança lá ficara e a porta estava fechada para sempre!
A riqueza durou pouco, mas o desespero persistiu.

Nossas sementes são nossos amigos, nossos familiares, as pessoas que amamos, nossos sonhos, nossa fé, nosso trabalho, nosso compromisso com a vida; mas vamos ao mundo como se ele fosse uma feira enchemos a sacola com fatos que nos fazem esquecer de nossos verdadeiros tesouros e de nós mesmos. 



Apesar do Universo constantemente sussurrar em nossos ouvidos: "não se esqueça da semente", terminamos por esquecê-la.
Quando a porta se fecha é tarde; e ela se fecha no momento em que nos perdemos, trocando nossa divindade pela vaidade do ego e deixando trancadas para sempre dentro da caverna da existência as coisas que mais amamos.
"Não esqueça da semente..." 

                                                  Aprofundamento  
                                             O que você está plantando?
Todos nós somos semeadores.
Já que na caminhada da vida estamos sempre plantando, o ideal seria plantar boas sementes, porque o que você plantar colherá.
Vejamos alguns tipos de sementes da lei das plantações que não falha.
- Se plantar banana, colherá banana;
- Se plantar desprezo, colherá desprezo;
- Se plantar soberba colherá soberba;
- Se plantar mau humor, colherá mau humor;
- Se plantar amor, colherá amor.
Enfim, você não é obrigado a plantar mas se plantar será obrigado a colher.
Quais são então as sementes que você está plantando?
Não esqueçamos que somos possuidores de boas sementes, de valores inestimáveis que trancamos dentro de nossos corações e muitas vezes quando queremos usar a chave para abrir a porta do coração para plantar boas sementes é tarde demais.

Pense Nisso!

Compartilhe.

Dr. Antonio Branco.

Hidrolândia-Ce, 25 de Abril de 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário