quinta-feira, 28 de novembro de 2013

População de Ipu e de várias cidades da região caíram no golpe do "caminhão do frango"

Além do município de Ipu, o golpe do "caminhão carregado de frango que deu o prego" já foi aplicado pelos menos em mais três cidades da região: Ipueiras, Tamboril e Santa Quitéria.
No município de Ipu o golpe foi aplicado na manhã desta terça-feira (26). Já no período da tarde, desta mesma terça, foi a vez de Ipueiras.
A tática usada foi a mesmo nas quatro cidades: caminhão carregado de frango deu prego na Praça da Igreja Matriz e para não ter mais prejuízos com a carga, eles resolvem vender tudo, pelo preço de 2 reais o quilo do frango, em uma promoção relâmpago.




A população compra tudo rapidamente, levando no mínimo 10 reais de frango, ou seja, 5 quilos cada pessoa. Alguns, para aproveita a super-promoção, compram 10, 15 ou até 20 quilos de frango, que são todos vendidos dentro de pacotes.

A população só percebe que foi enganada quando chega em casa e aí já é tarde.
A população compra os pacotes pensando que dentro tem peças do tipo, peito, asas, coxas e sobrecoxa, mas nos pacotes só tem, pé, titela e pescoço.

Como a venda é rápida e os pacotes de frangos acabam rapidamente, quando os moradores voltam para reclamar, o caminhão já não se encontra no local.

Veja os relatos da passagem do caminhão do frango em outros municípios:

"Aconteceu tal fato aqui em Tamboril meu caro Luiz Fernando Lopes, há uns dois meses, fotografaram a placa do carro e era de uma moto, o delegado de policia aqui da cidade, fez a consulta da placa e constatou tal fato, e um dado, a desculpa foi a mesma dada em Ipu, de que o veiculo havia apresentado um problema." – Disse o radialista Manuel Sales.

"Eles estão passando em todas as cidades. Ontem à tarde foi a vez de Ipueiras." – Contou o radialista Edilson Sales.

"Esse mesmo golpe ocorreu em Santa Quitéria, da mesma forma que ocorreu em Ipu. O caminhão deu prego, na Praça da Matriz e começaram a vender "frango para canja. O povo comprando, e quando chegava em casa, via que era apenas, pé e pescoço de frango! Foi uma canja mesmo que eles fizeram!" – Relatou o Blogueiro Thiago Rodrigues (A Voz de Santa Quitéria).


Fonte: Netcina
A população compra os pacotes pensando que dentro tem peças do tipo, peito, asas, coxas e sobrecoxa, mas nos pacotes só tem, pé, titela e pescoço.

Como a venda é rápida e os pacotes de frangos acabam rapidamente, quando os moradores voltam para reclamar, o caminhão já não se encontra no local.

Veja os relatos da passagem do caminhão do frango em outros municípios:

"Aconteceu tal fato aqui em Tamboril meu caro Luiz Fernando Lopes, há uns dois meses, fotografaram a placa do carro e era de uma moto, o delegado de policia aqui da cidade, fez a consulta da placa e constatou tal fato, e um dado, a desculpa foi a mesma dada em Ipu, de que o veiculo havia apresentado um problema." – Disse o radialista Manuel Sales.

"Eles estão passando em todas as cidades. Ontem à tarde foi a vez de Ipueiras." – Contou o radialista Edilson Sales.

"Esse mesmo golpe ocorreu em Santa Quitéria, da mesma forma que ocorreu em Ipu. O caminhão deu prego, na Praça da Matriz e começaram a vender "frango para canja. O povo comprando, e quando chegava em casa, via que era apenas, pé e pescoço de frango! Foi uma canja mesmo que eles fizeram!" – Relatou o Blogueiro Thiago Rodrigues (A Voz de Santa Quitéria).
- See more at: http://www.netcina.com.br/2013/11/populacao-de-ipu-e-de-varias-cidades-da.html#sthash.tnpTIJx4.dpuf
Além do município de Ipu, o golpe do "caminhão carregado de frango que deu o prego" já foi aplicado pelos menos em mais três cidades da região: Ipueiras, Tamboril e Santa Quitéria. - See more at: http://www.netcina.com.br/2013/11/populacao-de-ipu-e-de-varias-cidades-da.html#sthash.tnpTIJx4.dpuf
Além do município de Ipu, o golpe do "caminhão carregado de frango que deu o prego" já foi aplicado pelos menos em mais três cidades da região: Ipueiras, Tamboril e Santa Quitéria. - See more at: http://www.netcina.com.br/2013/11/populacao-de-ipu-e-de-varias-cidades-da.html#sthash.tnpTIJx4.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário